O que Deus diria hoje aos barões do petróleo?

Diante do Tribunal

Deus: Seu nome, por favor.

Barão do Petróleo: Poluição.

Deus: Poluição… Nome interessante. Mas, vamos direto ao assunto. Antes que você dê as suas justificativas, saiba que aqui não há a necessidade de juramento, até porque você está diante do Criador.

Não tente me enganar. Aqui não existem juízes humanos e nem advogados. Eu sei o que você tem em seu coração, por isso pense e responda honestamente.

Barão do Petróleo: É, tudo começou com as melhores das boas intenções. Nós tínhamos diante de nós um futuro brilhante. Haviam tantas possibilidades. Poderíamos mudar a história do planeta, reformulando processos, inovando, e gerando crescimento econômico no mundo. Poderíamos gerar grandes quantidades de energia, capazes de iluminar mega cidades, além de contribuir com o desenvolvimento de novas oportunidades.

Tínhamos a certeza de que o mundo iria se modernizar. O futuro estava ali.

Deus: Correto, mas por que algo não saiu como o esperado?

Barão do Petróleo: Como o Senhor sabe, o petróleo acelerou a economia. Deu milhões de empregos. Proporcionou o conforto para bilhões de pessoas.

Deus: Prossiga.

Barão do Petróleo: Mas por ser um produto com alto risco de contaminação, nós não compreendíamos plenamente o que aquilo poderia acarretar para a raça humana nos anos seguintes.

Como tudo já estava girando, tendo como moeda internacional o petróleo, resolvemos deixar do que jeito que estava. Se o tirássemos de circulação, os efeitos seriam devastadores.

Deus: Poluição, seja mais claro. Onde vocês erraram? Analise bem, pois por causa das tragédias ocorridas devido ao petróleo, uma grande parte da população mundial começou a perder a fé em mim, e ainda me culpam por isso. Fazem troça de mim.

Como você se explica?

Barão do Petróleo: Nós desenvolvemos milhares de tecnologias em extração de petróleo, mas não nos preocupamos em reduzir e até controlar os índices de poluição por desenvolver novos equipamentos que ajudassem nisso.

Deus: E qual foi o resultado?

Barão do Petróleo: O resultado foi que mais poços foram abertos. Mais rios, mares e oceanos foram poluídos. Países passaram a brigar por petróleo, e o resultado foi que os mais fortes dominaram os mais fracos, resultando em disputas pelo poder e até em guerras.

Deus: Então você concorda que além de danos à terra, crianças, idosos e mulheres por estarem no meio dos conflitos, perderam as suas vidas injustamente?

Barão do Petróleo: Não sei exatamente se é essa a questão envolvida.

Deus: Até diante do Criador você vai negar?

Toda a fama pelo fracasso causado pelo próprio homem é a minha culpa?

Barão do Petróleo: Eu não quis dizer isso. São as pessoas que estão dizendo.

Deus: Agora você está terceirizando a culpa?

Quantos estavam com você nisso?

Barão do Petróleo: Diversos países.

Deus: Eu quero nomes!

Barão do Petróleo: É! São muitos, mas o principal deles é a OPEP. Eles são os maiores e principais distribuidores de petróleo no mundo. Mas Senhor, não são só nós os culpados.

Milhões de pessoas, empresas, indústrias e muitos outros se beneficiaram do petróleo!

Deus: Chame os envolvidos aqui meu Filho amado.

Filho Amado: Sim Senhor, meu Pai.

Deus: Senhores, começando pela Poluição, superintendentes, diretores, vice presidentes e demais responsáveis.

Quero informá-los de que eu os condeno a pagarem por todos os seus crimes praticados contra o planeta terra! Planeta este que eu criei com o maior carinho e dedicação durante milhares de anos. Planeta este onde eu coloquei o homem para cuidar dele e viver respeitando a fauna e a flora, e para a convivência pacífica entre os povos.

Eu os condeno pela incompetência e total falta de responsabilidade perante a humanidade, fazendo com que o meu nome ficasse difamado perante as nações. As pessoas nem sequer confiam mais em mim.

Para elas, eu não existo mais.

Eu os condeno pelas consequências à humanidade, fazendo com que ficassem cegados pelo poder, pela ganância e indiferença.

Assim sendo, para encerrar este julgamento, eu lhes dou a pena de deixarem o planeta terra imediatamente!

Peguem tudo o que vocês possuem e levem com vocês para bem longe daqui.

Barão do Petróleo: Mas Senhor, querendo ou não, todos dependem do petróleo.

Deus: Eu sei, mas já designei pessoas capacitadas a reverterem este quadro sombrio. Elas cuidarão do planeta terra. Respeitarão as nascentes, os rios, mares e oceanos. Respeitarão o solo e o ar.

Barão do Petróleo: Mas como conseguirão isso?

Deus: Elas contarão com a minha ajuda. Usarão recursos naturais, e não criarão nenhum produto à base de petróleo, desde pesticidas até embalagens e tintas.

Barão do Petróleo: Mas o que dizer dos meios de transporte?

Deus: Os veículos serão produzidos sem qualquer substância poluidora. E sabe o que vai acontecer depois disso senhores?…

As pessoas voltarão a acreditar em mim, porque não existirão pessoas como vocês que só atrapalharam os meus planos.

Saiam da minha frente! Nunca mais quero vê-los!

Filho Amado, leve-os daqui por favor.

E daquele dia em diante a terra começou a se recuperar, e as pessoas passaram a acreditar novamente na existência do Criador.

Leandro Tissiano

O que Bernardo Uglione diria a sua mãe

Índice de assuntos gerais deste Blog

cropped-logo-psfm-wordpress1.jpg

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s