Pro seu dia ficar melhor

Dê uma nova chance a si mesmo

Saudades…

Como é bom sentir saudades.

Saudades daquele suspiro em formato de colchão inflável, da maria mole, do doce de amendoim chamado de “gibi” em alguns bares da capital de São Paulo. Lembro-me de um Drops chamado Dulcora, com cada bala de uma cor diferente, e de um pirulito que vinha dentro de um saquinho com pó, chamado Dipnlik, azedo pra caramba!

A primeira vez que entrei em uma loja do McDonald´s foi na Avenida Brasil, esquina com Av. Rebouças.

Gostava muito de frequentar o Shopping Eldorado na Eusébio Matoso, e Iguatemi na Av. Brigadeiro Faria Lima.

Quando tinha oportunidade, jogava boliche no Shopping Morumbi, na Av. Roque Petroni Júnior.

Como dá saudades lembrar-se dos bons tempos da adolescência na grande São Paulo.

Mas, a saudade só é benéfica quando se lembra de pessoas que deixaram saudades e de bons momentos que marcaram uma época cheia de vida  e de energia.

Em contra partida, quando se perde alguém querido, ou quando se concentra em lembranças ruins, em momentos difíceis, isso pode se transformar em tristeza, que quando não cuidada, pode virar doença, até mesmo gerando um quadro depressivo.

Em momentos assim,  palavras positivas podem ajudar. Gestos de carinho também. Amigos próximos são de muita ajuda. Mas saiba que nada disso gerará algum efeito se a própria pessoa não der à ela mesma uma nova chance.

Não adianta tentar disfarçar. Para outros a pessoa pode não ter nenhum traço de tristeza. Talvez a pessoa se divirta, saia com os amigos, possua um emprego, ou seja, seja alguém acima de qualquer suspeita, mas ao entrar no quarto e a luz se apagar, ela se revela em lágrimas e choro. E ninguém à vê em seu momento mais íntimo.

Ou seja, uma sensação de vazio toma conta da pessoa.

Dentro de um quadro normal de tristeza, sem a necessidade de uma intervenção médica, um dos passos importantes seria deixar de se culpar. Culpar-se por algo é como colocar um peso nas costas e tudo o que  fizer ficará mais pesado para se carregar.

Nunca surre o próprio corpo, a auto estima. Ao propor um plano de mudança, nunca diga: “_ Eu vou melhorar!” Isso é enganar a si mesmo.

Ao invés disso, diga: “_ Eu estou num processo de melhora.”

Fazendo isso, o seu subconsciente retém a seguinte informação: “_Eu ainda não estou como eu gostaria de estar, mas estou melhor em relação à como eu estava.”

Caso tenha uma recaída, nunca diga: “_ Eu fracassei.”

Ao invés disso, diga: “_ Eu estou reaprendendo a me reerguer.”

No seu subconsciente ficará a seguinte informação: “_ Eu posso cair, mas permanecer no chão é só se eu permitir.”

Nunca diga: “_ Eu estou tomando este medicamento porque estou doente.”

Ao invés disso, diga: “_ Este medicamento ajuda no meu processo de melhora.”  

Fazendo isso, o seu subconsciente grava a seguinte informação: “_ Eu estou doente, mas estou tomando este medicamento para me dar mais disposição,  para me sentir bem e viver melhor.”

Estes são alguns exemplos de como se pode mudar a forma de pensar. Esta linguagem mental ajuda a pessoa a dar uma chance à ela mesma. Ela não iludi-se com milagres, mas encara com mais naturalidade a própria realidade.

Ela não fecha os olhos ao seu diagnóstico, porém, dá à ela mesma a chance de mudar, de seguir em frente com a vida, dia a dia, dando um passo por vez. Cada pequena melhora se transforma numa nova motivação, e ela se recompensa por isso, sendo até mesmo uma força motivacional para outras pessoas.

Fazendo isso, mesmo que sejam pequenas alterações na maneira de se viver, de pensar e de agir, sentirá os bons resultados acontecerem.

Tissiano

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s