Para onde as novas tecnologias estão nos levando

A frase pós tecnologia é muito usada nas palestras de Walter Longo pelo Brasil.

Outras palestras sobre o futuro da tecnologia abordam o mesmo tema, ou melhor, o futuro já chegou, como dizem os gurus da programação, Designer, Front-end  e Back-end e tantos outros que trabalham com códigos fontes.

HTML, CSS, JAVASCRIPT são apenas algumas das centenas de programações existentes no nosso universo digital.

As operações manuais estão se automatizando aceleradamente.

A impressora 3D já chegou ao Brasil.

Assim que este equipamento ganhar popularidade e seu preço cair, especialistas dizem que as indústrias sofrerão uma concorrência direta.

Imagine você entrar em um site de desenvolvimento de veículos e você mesmo personalizar o seu carro. Após alimentar o site com todas as informações necessárias, eles enviam para você, através de download. Você então imprime em sua casa todas as partes que compõem o veículo, monta a estrutura e sai rodando com ele. Maluquice? Não, isso está bem próximo.

E quem já ficou na fila de um transplante sabe da urgência de ter de esperar por um doador. Aqui também entra a impressora 3D que já está imprimindo órgãos, por enquanto, limitados à testes com roedores em laboratório.

E como poderemos negociar a compra deste equipamento?

Além do método tradicional, a moeda virtual já existe,chama-se Bitcoin, e recentemente 1 Bitcoin está valendo mais de R$ 1300,00 Reais.

O carro sem motorista desenvolvido pelo Google continua andando pelas ruas dos EUA e ainda não deu nenhum problema.

Estas são apenas algumas das centenas de novidades que estão sendo desenvolvidas nos laboratórios de tecnologia espalhados pelo mundo.

Qual a tendência que está sendo praticada quanto ao desenvolvimento destas tecnologias?

Anteriormente, novas tecnologias estavam centralizadas em alguns polos, mas isso está mudando.

Pessoas estão se conscientizando de que quando disponibilizam suas informações para serem compartilhadas, o desenvolvimento destas tecnologias se aperfeiçoam e se superam em um tempo mais curto.

Compartilhando informações todos estão se beneficiando.

A tendência é a descentralização, desde informações até a industrialização de produtos e serviços.

E onde isso vai chegar? Os benefícios serão maiores do que os prejuízos? Os especialistas em tecnologia acreditam que sim.

Mas, com o atendimento sendo cada vez mais robotizado, o que acontecerá com a sociedade?

O que restará do calor humano? Das pessoas?

E nisso que as empresas deverão focar, no relacionamento humano.

Acredito que isso será o diferencial para se angariar novos negócios.

É nisso que a equipe de Startup precisará trabalhar, junto com a equipe de Marketing, Pós-Vendas e Serviço de Atendimento ao Cliente.

As pessoas gostam de serem atendidas rapidamente, dentro de um prazo menor do que o combinado.

Mas ninguém curte reclamar ou dar uma sugestão para uma máquina.

Precisamos manter o relacionamento humano, pois o mundo está sendo um lugar frio e apático.

Precisamos  de tecnologia para mantermos o respeito e a cidadania.

Que tal um engenheiro químico e um engenheiro elétrico desenvolverem uma placa com odores? Seria um sucesso. Poderíamos enviar um perfume por download, ou o cheirinho delicioso de uma comida para a turma da rede social.

Mas nada substitui um abraço apertado e um beijo.

E alimentos serem impressos na impressora 3D?

Nada substitui a macarronada de domingo preparada por nossa mamãe.

É, o desenho Chovendo Hambúrguer pode virar realidade.

Só espero que tudo isso não esfrie ainda mais as pessoas.

Leandro Tissiano

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s