Um sonho de mulher enquanto eu dormia profundamente

casal dançando

Loucamente eu sonhava que tocava nos seus cabelos, que acariciava o seu rosto, como os dedos tocando na delicada pele de um pêssego maduro e aveludado.

Eu passava os meus polegares nos seus lábios carnudos e quentes. Eu sentia até mesmo os cílios grandes de seus olhos brilhantes, que de brilhantes refletiam a minha imagem.

A sua voz era doce, meiga e carinhosa, sussurrando em meus ouvidos frases de amor.

Neste instante, você então correspondia ao meu agrado, me fazendo carinho, massageando as minhas costas, e erguendo de leve com os seus dedos entreabertos os cabelos de minha nuca, enquanto eu me deitava em seu colo.

Delicadamente você abaixava o seu rosto em direção ao meu, e nossos olhos fechavam lentamente enquanto nossas bocas se encontravam.

Realmente o tempo parava, nada era mais importante do que estar perto de você. Em nenhum momento falávamos sobre conversas irrefletidas ou palavras medíocres. Tínhamos um respeito de um para com o outro sem falsidade.

Nossas conversas eram interessantes. Não faltavam assuntos, e você nunca cortava a minha vez de falar. Atenta todo o tempo, abaixando de vez em quando a cabeça em sinal de positivo.

Tantas coisas para se falar, nem por isso falávamos sobre pessoas ou sobre assuntos que não agregavam valor cultural em nossas mentes. Falávamos sobre coisas interessantes, em experiências de vida, de superação e de sonhos.

Quando nos reuníamos com os amigos, eles também eram educados e valorizavam boas companhias e boas conversas. Ninguém na mesa falava sobre posse disso ou posse daquilo, não, quem se importava com isso?

Assim como nós, estávamos ali pelas pessoas que eram, pela companhia.

Até a conta era rateada entre eu e você, sem que isso lhe deixasse inferiorizada.

As noites eram marcantes em sua presença, eram especiais.

Ao meu lado você me completava. Eu parecia um “pop star”, ficava orgulhoso em caminhar ao seu lado.

Eu queria mostrar à todos que você era o meu tesouro mais precioso, e que brilho você irradiava.

Sua beleza era natural, sem maquiagem, sem disfarces.

Você era humilde, uma pessoa simples, autêntica e transparente. Nunca se achou bonita, mas era linda. Nunca se achou forte, mas era uma guerreira. Nunca se achou especial, mas sempre fazia a diferença.

Incrível como você era uma mulher que conseguia o que queria sem precisar pedir, sem incomodar os outros. Todos gostavam de você. Até as suas inimigas lhe admiravam.

Sabiamente você deixava que o tempo tomasse conta das coisas que não estavam ao alcance de suas mãos.

As nossas canções falavam de amor. Outras tocavam na alma, nos dedilhados das cordas de uma viola, no solo de um violão, ou nas singelas notas de um piano romântico.

Amávamos compor frases que enchiam os nossos corações de coisas boas e éramos motivados com os nossos poemas e poesias.

Nosso amor era jovem, sem rugas ou resmungos.

Você era um sonho de mulher.

É a mulher que fez parte dos meus sonhos, a mulher que eu gostaria de ter.

Boa noite meu amor.

Não me acorde, por favor.

Preciso continuar sonhando…

Leandro Tissiano

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s