A importância do Marketing na geração de valores para a empresa e a sociedade

proseudiaficarmelhorfundo013 proseudiaficarmelhorfundo014 proseudiaficarmelhorfundo015
TNT

A visão estratégica de marketing de uma empresa é semelhante a um rio que abastece uma aldeia.

O rio nunca bate de frente contra as rochas. Ele serpenteia obstáculos maiores. O caminho dele pode ser mais lento, mas ele sabe que alcançará o mar.

Ele curte a viagem. Conhece e revê amigos pelo caminho.

Muitos gostam de vir pescar nas águas calmas e cristalinas deste rio.

Nas margens por onde ele passa, as folhagens das plantas e árvores são mais verdes e brilhantes.

As nuvens que ficam no topo das montanhas onde este rio nasce representa a sabedoria que vem de cima que foi dada benevolamente à ele.

Conforme ele segue seu curso é conduzido às pessoas que necessitam de suas águas para sobreviverem e reporem as energias.

E como estas pessoas se sentem por terem o rio perto delas?

Alegres, motivadas e confiantes.

Por que?

Porque é isso o que este rio representa para elas, segurança, alegria e prosperidade.

Mas o rio precisa de respeito e consideração. O rio também pode morrer.

Quando desviam o trajeto do rio, ou extraem dele mais do que o necessário e não repõem,  ele seca.

O rio produz para a aldeia alimentos e serve para regar as plantações. Mas o rio não pode se doar todo o tempo enquanto outros apenas extraem os seus recursos e não o protegem.

Se isso acontece, ele vai perdendo as suas forças até que um dia desaparece.

O rio alimenta famílias inteiras. As suas águas são doces. Muitos peixes se alimentam dele e todo este ciclo mantêm a aldeia e os ribeirinhos supridos.

O que pode levar outros a extraírem os recursos de um rio e não se preocuparem com o futuro dele? Quando a ganância e a desconfiança passam a rondar a aldeia. Tudo começa a dar errado. Há discórdias, brigas e desprezo.

Há o descrédito de que aquele rio não é tão importante como parece ser.

Há muita especulação sobre o assunto. Gera-se um mal estar porque todos começam a agir sem a menor consciência que suas ações causarão um prejuízo para todos os que moram na aldeia.

Com isso, os da aldeia começam a agir por conta própria. Cada um faz o que bem entende e do jeito que dá.

Sem a menor consideração começam a jogar poluentes nas águas. Outros começam a represar as águas e as desviarem para plantações cada vez maiores, visando apenas o lucro.

Os alimentos começam a ficar contaminados. Os peixes ficam doentes. A vegetação viva e brilhante começa a morrer.

À curto prazo, achavam que estavam fazendo a coisa certa, mas sequer imaginavam as reais consequências que viriam na sequência daquelas ações.

O resultado é que toda aquela aldeia veio à falência.

Da mesma maneira é a visão estratégica de marketing de uma empresa.

Que decisões erradas podem comprometer todo o curso de crescimento de uma empresa? Quando tentam o caminho mais curto desviando as águas do rio visando a falsa ideia de lucratividade.

Quando a empresa corta os sinais vitais que mantêm a empresa viva, o que ela significa, o que ela é e o que ela representa para a comunidade.

Ela morre quando despreza outras excelentes possibilidades que podem surgir no decorrer do tempo.

Uma visão estratégica de marketing precisa ser bem cuidada, mas para isso leva-se tempo.

Se a empresa não tem todo esse tempo, no mínimo ela precisa proteger a sua visibilidade perante o mercado, e suprir, repor os recursos que ela tirou do rio.

A empresa não pode só ganhar, ganhar, e ganhar. E o que ela fez para manter o rio vivo?

Ações precipitadas por falta de paciência, e o mais importante, por falta de reconhecimento e conhecimento desta necessidade de manter a visibilidade boa perante o mercado, podem trazer sérias consequências.

O que mantinha a aldeia viva? Não era o rio que corria nela?

Tirar tudo do rio, não protegê-lo e respeitá-lo custou muito caro para a aldeia, porque não entenderam que aquele rio era a verdadeira razão de sua sobrevivência.

Da mesma forma a visão estratégica de marketing precisa ser considerada e respeitada. A empresa precisa entender que para sobreviver no concorrido mercado de hoje, ela precisa ter valor para as pessoas. As pessoas não compram mais apenas produtos ou serviços. Elas querem muito mais do que isso. Elas compram ideais, exemplos, e principalmente o que a empresa representa para elas.

O consumidor não quer saber se é a maior, a melhor, a mais antiga, tradicional, ou a mais capacitada. Não, o consumidor quer saber se a empresa valoriza e respeita os seus potenciais clientes, dando à eles a sensação de se sentirem úteis, que ao contratarem os serviços da empresa estarão também usufruindo dos mesmos ideais que a empresa defende e respeita.

As pessoas sabem quando a empresa é verdadeira, transparente e honesta em todas as suas obrigações e responsabilidades perante a sociedade. Não pode  haver jogo de interesses inseridos nela ou máscaras em suas relações.

Os clientes não são como antes. Quando uma empresa dizia que era a melhor em prazo de entrega, qualidade do produto e preços justos, os clientes engoliam. A empresa detinha a informação dada ao consumidor, era como um monopólio da informação. A empresa era a dona da informação. A pessoa comprava sem cogitar.

Hoje não é mais assim. Quando um cliente procura uma empresa, esteja certo que ele já pesquisou sobre o produto, serviço e até comparou com outros. E não se surpreenda se o consumidor ligou para quem já é cliente para saber se as informações são verdadeiras.

Eles identificam facilmente quando se trata de propaganda enganosa.

Muitos sabem mais sobre o produto ou serviço do que o próprio vendedor da empresa, e não pense que a pessoa está blefando. Se pensar assim, prepare-se para perder mercado e destruir as vendas.

Lembre-se de que quando todos os da aldeia protegiam o rio e se doavam uns pelos outros, todos eram beneficiados e prosperavam, porque valorizavam o esforço de cada um, e repunham os recursos naturais e sabiam que a vida da aldeia dependia daquele rio.

Quando o rio passou a ser desprezado e explorado a aldeia perdeu-se.

Esta analogia exemplifica que certas ações no mundo empresarial podem matar uma empresa.

Cortar gastos não significa cortar fontes essenciais e necessárias que servem para o crescimento e o desenvolvimento de uma empresa.

A empresa precisa entender de onde ela supre as suas necessidades.

Uma boa visão estratégica de marketing não pode cortar o lado errado dos investimentos.

É semelhante ao fumante economizar com transporte, educação e alimentação para manter o vício do cigarro.

Alguns cortam a boa imagem da empresa por economizarem em ações de marketing e publicidade. Acredite. Acham que estão cortando gastos.

Outros cortam o próprio marketing ou nunca investem nele. Apenas tiram recursos dele.

Não sabem que o que mantém uma empresa no mercado é exatamente o forte relacionamento dela com o seu público.

Para isso que grandes empresas nunca deixam de anunciar, anunciar e anunciar. Por isso que boas empresas estão sempre mantendo abertas as linhas de comunicação com o seu público.

Como eu já disse em outros textos que escrevo, o marketing não deve ser visto como sendo apenas um setor, o marketing é muito mais do que isso.

Os gurus do marketing comprovaram que marketing é a filosofia aplicada dentro de uma empresa, desde o fornecedor, passando pelo colaborador em sua posição de trabalho mais humilde até os acionistas e proprietários da empresa, chegando nos clientes e na sociedade.

Toda a empresa trabalha para que o ciclo de marketing se complete, desenvolvendo as melhores práticas e ações para manter a empresa ativa e bem posicionada no mercado.

Todos os setores estão interligados pelo marketing.

E aí? Vai matar o rio?

Leandro Tissiano

proseudiaficarmelhorfundo015 proseudiaficarmelhorfundo014 proseudiaficarmelhorfundo013

 

A importância do Marketing na geração de valores para a empresa e a sociedade – 2Parte

Índice de assuntos gerais deste Blog

cropped-logo-psfm-wordpress1.jpg

GUARDA CHUVAS DE PRAIA

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s