Os sonhos não envelhecem

Pro seu dia ficar melhor – Os sonhos não envelhecem

Pessoas batalham todos os dias, inclusive sábados, domingos e feriados. Pessoas perseveram todos os dias e talvez ainda não tenham tido tempo de descobrir exatamente o que esperam de suas vidas.

É como se dissessem à elas mesmas: “Olha, eu estou sem tempo agora, preciso resolver algumas prioridades, mas se me sobrar tempo, eu penso um pouco mais sobre a minha pessoa.”

Com isso a vida vai passando, e estas pessoas, na correria, vão sendo conduzidas como um eterno passageiro, passivas, porque não dá tempo delas assumirem o volante de suas vidas.

Pessoas caminham, percorrem ruas e avenidas, estradas, entradas e saídas. A mesma rotina, todos os dias.

Pessoas ensinam, pessoas explicam, é gente que vai, é gente que vem. Pessoas que nos marcam, pessoas que nunca deveríamos ter conhecido.

Essa roda gigante de pessoas é imensa, muito extensa para conhecermos a cada uma delas. Então nos perguntamos: “Se a vida não para, por que parar os nossos sonhos?”

Se existe o sangue correndo em nossas veias que não se cansa, um coração batendo bilhões de vezes em nosso peito desde quando nascemos, e com tanta movimentação ocorrendo ao mesmo tempo, os nossos sonhos não podem parar.

Sonhar não pode ser apenas uma das fases de nossa adolescência. O mundo horrível e escabroso em nossa volta não nos pode fazer achar que sonhar é perigoso ou que está muito distante de nossa realidade. Porque a realidade sabemos, é cruel, mas ainda podemos escolher o que desejamos ser, e no que acreditar.

A idade traz rugas em nossa pele, mas não precisa ser assim em nosso espírito. Rugas no espírito é uma questão de escolha. Rugas em nossa personalidade, ainda é uma questão de escolha.

Cada dia pode ser diferente quando damos a nós mesmos a oportunidade de nos mexermos. Qual foi a última vez que tomamos uma refeição com um amigo? Qual foi a última vez que repetimos aquela receita que todos elogiaram ao experimentá-la?

É inspirador pensar que decidir voltar a estudar, estagiar, fazer amigos, conhecer outras pessoas, aprender experiências gratificantes com outros, mesmo que sejam mais jovens do que nós, é uma questão de escolha e não de idade.

Podemos aliar a nossa experiência de vida com a experiência tecnológica dos mais jovens. Juntando nossas duas gerações, veremos que boas coisas surgirão dessa mistura.

Os sonhos cessam quando morremos e dependendo de quem somos, as nossas ideias, ideais e sonhos podem permanecer e influenciar positivamente outros que ainda virão.

Mas sonhar parece um pouco tarde, não é mesmo? Depende, apenas não sonhe com coisas distantes, pois por não alcançá-las, perderá a sua motivação. Exemplo, ao invés de sonhar em correr dez quilômetros por dia, sonhe em caminhar alguns metros. Conforme for ganhando resistência, caminhe outros metros e assim sucessivamente. Depois de um tempo estará correndo os dez quilômetros.

Não é impossível sonharmos com coisas que estão ao nosso alcance. Depois que alcançarmos estes sonhos, caminhamos para sonhos maiores. Um passo de cada vez.

Exercícios físicos são uma excelente receita para se ganhar mais resistência, confiança e motivação. Quanto mais nos exercitamos, mesmo que em menor grau, manteremos os nossos sonhos saudáveis e exercitados.

Sonhos parados ficam obesos, cansados e desestimulados. Quando vencemos cada etapa de nosso dia a dia, de nossas vidas, o que parecia ser impossível se tornou uma realidade, e a sensação de gratificação é indescritível, é maravilhosa.

Portanto se nos perguntarem: “_Você não acha que está um pouco velho demais para sonhar?”

Nós responderemos: “Não, não estamos. Os sonhos não envelhecem, porque sonhar torna o nosso espírito mais jovem.”

Leandro Tissiano

Tudo isso que eu disse pode ser resumido nesse vídeo:

PRO SEU DIA FICAR MELHOR LOGO MARCA

9 Replies to “Os sonhos não envelhecem”

  1. Ficou lindo esse texto Leandro! Lembrar que ainda podemos sonhar num mundo que te chama o tempo todo pro chão é reconfortante. Começar aos poucos ajuda a não tropeçar né? Bjo :)

    Liked by 1 person

  2. Lembrei daquela musiquinha do Chaves “Se você é jovem ainda, jovem ainda, jovem ainda, amanhã velho será, velho será, velho será, a mesnos que o coração sustente, a juventude que nunca morrerá!”.

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s