A carência afetiva pode destruir uma pessoa

Obs: Abordo aqui a carência afetiva, diferente do termo “carência por falta de algum objeto ou por falta de algo abstrato, intangível, ou por falta de opção, que precisamos substituir por outra alternativa, o que nos faz usar a criatividade, tema este que abordei em outro post.

PAREDE E LOGO PRO SEU DIA FICAR MELHOR

A carência por algo ou por alguém me torna uma pessoa vulnerável.  A carência pode fazer com que eu escolha falsos amigos.

A carência pode me fazer acreditar em mentiras. Pode me fazer confiar em quem não é digno de minha confiança.

A carência pode me fazer amar quem só quer me usar. A carência pode me fazer ver beleza até numa plantação de espinhos secos.

A carência pode atrair para perto de mim pessoas interesseiras, que só querem tirar proveito de algo que eu tenha à oferecer.

A carência pode me fazer tomar decisões erradas, tentar abraçar o mundo e viver de migalhas.

A carência é muito perigosa porque revela a minha verdadeira fraqueza que é a falta de amor próprio.

A carência me expõe, me faz enxergar o ódio das pessoas como algo normal e até agradável.

A carência me transforma em um ser dependente de outros, e ao mesmo tempo hostil.

Por isso, quando precisar fazer algo, tomar uma decisão importante, além de não agir quando estiver com raiva, nunca aja quando estiver carente, pois o efeito desastroso será o mesmo.

Uma pessoa carente se apega até a um pedaço de latão velho e enferrujado se achar que aquilo ali lhe faz bem.

A carência quando não correspondida pode transformar uma pessoa em um ser egoísta, mesquinho e avarento. Ou deixar uma pessoa firme e forte virar um saco de pancadas, que aceita tudo o que vem.

A carência faz perder a opinião própria e viver de opiniões alheias. A carência faz parar de pensar e deixar que outros pensem por ela.

A carência não preenchida por algo ou alguém pode transformar o coração em uma rocha ou fazer com que alguém pare de viver a própria vida para seguir a multidão de outras vidas que não lhe pertence.

Se estiver se sentindo carente, procure ajuda especializada. Se precisar se medicar para o seu próprio bem, faça isso, antes que você perca tudo o que um dia você conquistou.

Se fizer isso poderá recomeçar e voltar a cultivar verdadeiras amizades, independente de sua crença, religião ou sexo. Conseguirá verdadeiros relacionamentos, e se no meio do caminho for traído por algo, por alguém ou por alguma circunstância, terá a força necessária para saber dizer não, não se deixar abater e seguir em frente.

Leandro Tissiano

PRO SEU DIA FICAR MELHOR LOGO MARCA

5 Replies to “A carência afetiva pode destruir uma pessoa”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s