Por que no Brasil é tão difícil ser honesto?

Para acabarmos com a corrupção de um país, é uma questão de cultura. Precisamos entender que cada um de nós é responsável por essa mudança em nosso país.

Mas Leandro, o seu Blog é Pro seu dia ficar melhor, e falar sobre estas coisas não deixa o nosso dia melhor.

Quando estamos com dor de cabeça, seja qual for o diagnóstico, a dor faz buscarmos a cura, não importa os métodos utilizados para obter esta cura. Cada um tem a sua forma de se curar, lembrando que não deve ser feita a auto medicação.

Quando reclamamos de algo, ou expomos um problema, procuramos outras alternativas para contornar ou eliminar o problema.

Quando a dor passa, ou aquele velho problema que nos afligia se resolve, nosso bem estar volta. Então, por favor, encare desta forma o que vou dizer. Não pense que estou sendo contraditório. Digo isso porque já ouvi muito o velho ditado: “Os incomodados que se mudem”, em outras palavras, não gosta do Brasil vai morar no exterior, em vez de fazer algo para melhorar o nosso país.

Se sentir incomodado é positivo quando nos incomodamos para tirarmos o incômodo, não para passarmos a vida fugindo do que nos incomoda. Cedo ou tarde precisaremos enfrentar o problema.

Sabemos que o caminho para as boas ações é ridicularizado pela maioria dos céticos. E o que mais limita as pessoas é pensar se vale a pena se desgastar, e eu confesso que em muitas vezes eu penso o mesmo.

Mas voltando ao que eu gostaria de comentar sobre a corrupção em nosso país, é um dos assuntos mais abordados nos jornais nos últimos meses.

O foco maior destes jornais são os políticos e todos os seus parceiros corruptos que destroem a credibilidade de nosso país.

Mas, com tantas evidências e provas, por que se demora tanto à agir enquanto o país agoniza?

Porque tirando a teoria e colocando na prática, corrupção no Brasil não é um assunto considerado relevante pela maioria das pessoas.

Vou dar um rápido exemplo. Usando como base a internet, basta procurar no Google os assuntos mais pesquisados nos últimos anos, e lá estarão as seguintes categorias: Sexo, Futebol, Tragédias, Celebridades e Violência.

Para quem busca audiência, certamente se focará em uma destas categorias. Falar sobre corrupção não dá audiência, a não ser que este assunto esteja atrelado a uma ou mais destas categorias mencionadas acima.

Quando se pensa nestas categorias, outras ramificações se formam, por exemplo, vamos falar sobre “Celebridades”, então mostraremos os podres destas pessoas, como elas gastam os milhões que recebem, o que elas fazem na noitada, ou seja, fofoca. Fofocar sobre uma novela, sobre um ator, sobre um cineasta, sobre um cantor, etc. Isso é um dos assuntos relevantes para a maioria dos brasileiros.

Quando se pensa na categoria “Violência”, outros assuntos se abrem, violência nos esportes, violência na família, vídeos violentos, vídeos engraçados que mostram pessoas sendo machucadas por ações idiotas, piadas e comédias violentas, e por aí vai. Este também é um assunto relevante em nosso país, prova disso são a quantidade cada vez maior de Youtubers com este conteúdo.

Portanto, não precisamos ir muito longe para entendermos porque no Brasil é difícil combater a corrupção, pois é uma questão de cultura.

Mas Leandro, estes índices valem para outros países considerados mais cultos, como EUA, Japão, Alemanha, Austrália, etc.

Com certeza, você está certo, mas o que entra na pauta é aquilo que eu mencionei no início deste post. Nestes países eles procuram e lutam para acabar com a dor de cabeça e os problemas que os afligem. Eles tomam medidas preventivas e de contenção. Usam os problemas para se chegar as soluções.

Aqui no Brasil temos a tendência de sermos apenas expectadores. Os que tentam se aprofundar nestes assuntos são considerados “coxinhas”. Eu já fui chamado de coxinha por um professor anarquista na faculdade.

Para mudarmos esta triste tendência cada vez maior de sermos considerados coxinhas, isso causa um desgaste, mas não precisamos nos concentrar em coisas externas, podemos começar por nós mesmos.

Será que eu e você não gostamos de subornar algumas vezes? Já entrou no Banco para pagar algumas contas e a fila estava enorme? Imediatamente avistamos um conhecido que vai ser chamado pelo caixa, e rapidamente queremos nos livrar deste problema. Pensamos: Já sei, vou deixar estes documentos nas mãos do Cláudio que está chegando no caixa. E lá vamos nós subornar o Cláudio para quebrar o nosso galho.

E agora? Isso também foi uma forma de corrupção, pois fomos desonestos com as outras pessoas que estavam na fila.

Leve isso para o casamento, para a escola e no emprego e perceberá como é fácil nos corromper. A corrupção em nosso país está em todos os campos, até nestes exemplos do cotidiano.

Lembrando que a corrupção afeta até mesmo as mentes brilhantes, que usam as suas incríveis habilidades em coisas erradas, fato de muitas pessoas inteligentes dentro da política e de todas as esferas de nossa sociedade optarem pelo dinheiro fácil e abundante.

( Leandro, como você é chato meu! Você é insuportável! ) Sim, infelizmente a maioria de nós gosta do jeitinho brasileiro, da malandragem, da “experteza”, do jeito fácil. ( Fica quieto cara! Finge que você não viu nada. Problema seu! Não se meta onde não é chamado! )

É! Quem disse que seria fácil? Fácil é passar para o outro lado.

Leandro Tissiano

LOGO 150 PX VAZADA PSDFM

6 Replies to “Por que no Brasil é tão difícil ser honesto?”

  1. Buscamos políticos honestos mais o erro começa no ser humano . Praticamos corrupção sem perceber .Exemplo quando cai um caminhão na rua pessoas saqueiam o material sem nem ver se o motorista esta bem.que exemplo queremos dar e como cobrar, para mudar tem que ser uma atitude de cada um!

    Liked by 1 person

  2. Hoje mesmo estava conversando com um amigo sobre isso… é tão mais fácil apontar o dedo pros outros e fugir de qualquer auto-exame de consciência, né? Parece que ninguém quer se mexer pra ver os problemas resolvidos: quer que a solução venha de cima e, enquanto não vem, fica sentado reclamando e ajudando a piorar tudo.

    Ótima reflexão, Leandro!

    Abraços!

    Liked by 1 person

  3. Honestidade deve ser ensinada desde cedo em casa, assim as crianças do futuro serão melhores do que somos hoje. Não adianta só falar do outro, apontar o dedo é fácil, e nós mesmo não somos corruptos no nosso dia a dia? Porém, a nova geração já mudou, quantos e quantos anos se passaram cheios de injustiças que nossos governantes cometeram e ninguém fez nada! A pesar dos escândalos atuais, algo está se fazendo como nunca se fez no passado eu mesmo não lembro de algo parecido. A corrupção começa em nós mesmos, ou então Fernando Collor não seria senador hoje depois do escândalo do seu impechima. Infelizmente, não só no Brasil o apego ao dinheiro é o foco de “alguns seres humanos”. Mas estamos com a faca e o queijo na mão, esse ano tem eleição! Estamos cansados de injustiça, mas o poder ainda é do povo.

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s