Nove coisas para se pensar depois do impeachment

nove 2

Nove sugestões para dar continuidade com as mudanças deste País, depois de uma possível mudança na governabilidade deste atual governo. Dicas simples, mas relevantes.

Deixemos o linguajar  técnico para os profissionais, e transformemos estas sugestões em um diálogo simples de se entender.

1- Levantamento de todas as dívidas que o País possui, da forma mais transparente à toda a nação. Não é possível lidar com despesas quando não se sabe o real tamanho do arrombo e nem de onde ele vem. Depois do julgamento, este assunto não pode ser tratado em sigilo. É necessário os valores reais.

2- Criação de um cadastro em todos os SINES do Brasil com os dados pessoais destes quase 10 milhões de desempregados. Fazer uma triagem, priorizando as pessoas mais velhas, pais de família, e que estão desempregados a mais tempo. A criação de um código para estas pessoas. Seria uma espécie de identificação. Toda empresa que contratasse estes candidatos cadastrados com este código de prioridade, receberiam benefícios na empresa, em forma de desconto nos impostos recolhidos ou em cursos ou assistências sociais. A lei para pessoas que fraudassem este projeto, falsificando informações para conseguir benefícios deveria ser pesada. E quem financiaria o projeto de recolocação destes desempregados? Parte do dinheiro recuperado na corrupção.

3- Pessoas próximas, parentes ou amigos dos acusados de corrupção teriam todos os seus bens bloqueados até que se comprovassem perante o público a origem do dinheiro, se é legítimo e honesto, ou não. Uma malha fina.

4- Mudança nas leis deste País no que diz respeito a crimes de corrupção na política. A criação de prisões perpétuas aos corruptos. Isso faria muito corrupto mudar de profissão e deixar a política. CPF sujo não consegue crédito, isso deveria valer para político sujo, impedindo-o de participar ou concorrer às eleições.

5- A criação de um sistema online, interligado com todas as Cidades, Distritos e Municípios onde o eleitor pode acessar um portal, na internet, e verificar todas as movimentações em dinheiro realizadas em sua Cidade, Estado ou País. Se o dinheiro é público, a nação precisa saber e ver o que está sendo feito com ele. A visibilidade das movimentações financeiras na conta corrente são importantes, e por que com o dinheiro público essa preocupação não deveria ser a mesma?

6- As cédulas eleitorais precisam ser de papel e estar à disposição do eleitor para consulta. Com tanta corrupção nestes últimos anos, uma boa auditoria se faz necessária. Um empresário que foi lesado financeiramente não confiaria mais em seu contador e imediatamente faria uma auditoria interna. Permanecer com a utilização de Urnas Eletrônicas não é uma questão de praticidade na contagem dos votos. O que é necessário é a comprovação de que o candidato foi realmente o escolhido pelos seus eleitores. O período mais corrupto do País foi com a utilização de Urnas Eletrônicas.

7- A criação de um “Guia Contra a Corrupção”, mostrando em detalhes todos os procedimentos corruptos envolvendo as ações dentro da política. Mostrar o passo a passo das movimentações estratégicas destes corruptos, o que fizeram e como fizeram. Tornar obrigatório na grade de ensino nas escolas os males causados por um País que é conivente com a corrupção, e seus efeitos desastrosos na sociedade.

8- Candidatos precisam estar no mesmo grau de suas responsabilidades. Ao assumirem um cargo importante, é necessário serem avaliados quanto as competências que possui. Não se pode, por exemplo, assumir uma pasta chamada “EDUCAÇÃO”, o candidato que é graduado e atua na área de “AGRONOMIA”. O administrativo precisa ser da área, estar atuando na área. Ter experiência na área.

9- A política é um conjunto de ações administrativas aplicadas para o benefício da população e não para enriquecimento próprio ou dos envolvidos com politicagem. Não se deve permitir que cargos públicos sejam usados para improbidade administrativa. O cidadão deve cobrar isso das autoridades deste País.

Poderiam ser citados aqui outras centenas de ações, mas acredito, que a essência delas estejam baseadas dentro destes nove passos.

Saber o que precisa ser feito, todos sabem, mas, como fazer, que é o grande desafio.

Leandro Tissiano

LOGO 150 PX VAZADA PSDFM

9 Replies to “Nove coisas para se pensar depois do impeachment”

  1. Todos nós estamos nessa jornada, de uma forma ou de outra.
    O fato de transmitirmos informações aos outros é de grande importância e não podemos desistir.
    Afinal, de grão em grão a galinha enche o papo.

    Valeu!

    Liked by 1 person

  2. Com ou sem impeachment, não vejo diferença alguma. Nem ninguém melhor nem pior pra entrar no lugar dela, apenas a sujeira vai mudar de mãos como tem sido a mais tempo do que posso me lembrar. Concordo com tudo o que disse só um probleminha: sou agrônoma e professora. ;) rsrsrs Mas entendi o quis dizer e realmente concordo com você.
    Vamos ver se aparece alguém que mude minha opinião, mas…
    Beijo Leandro querido

    Liked by 1 person

  3. Olá! Eu sou completamente apartidário. Eu apenas destaco exatamente isso que você mencionou, a sujeira em nosso sistema político, e tenho certeza de que assim como eu, você quer o melhor para o País. Olha o tamanho do nosso País, quantos recursos o Brasil possui, quantas pessoas diferentes em culturas, região sul, sudeste, nordeste, centro-oeste e norte. Quantas qualidades maravilhosas e características de um País que tem tudo para progredir. Isso não é nenhuma utopia, é acreditar na capacidade de recuperação que nós temos, que a sociedade brasileira pode ter. Aprendemos que a corrupção, em qualquer esfera de nossa sociedade, seja ela qual for ou em qual grau estiver, ela apenas destrói as nossas famílias, os nossos lares, a nossa cultura e as nossas esperanças. Independente de quem seja o líder maior deste País, o que não podemos mais aceitar é o abuso de poder, o uso indevido do dinheiro público. Não era para estarmos nesta situação. Obrigado por seu comentário e na minha opinião o maior salário a ser pago deveria ser aos professores. É por um País assim que temos que acreditar sempre. Beijo!

    Liked by 1 person

  4. Arrasou na resposta! Concordo e muito com você…mais uma vez. Sim, o maior salário deveria ser para os professores, pois a raiz dos nossos problemas está na educação falha e não apenas na escolar. É quase cultural e realmente é uma pena (pra dizer o mínimo) que um pais tãoo maravilhoso com gente que (ao contrário do que dizem) gosta sim de trabalhar. Minha conclusão é de que realmente o poder corrompe. Não consigo acreditar que todos os que sobem lá, sempre foram assim. Ontem assisti à comissão pela TV e pareciam tubarões esperando o maior pedaço. Tirei um ou dois do bolo e só. Também sou apartidária, espero apenas que possamos ter um futuro melhor, pois acredito que merecemos.
    Obrigada pelo artigo e sua resposta sempre tão eloquente.
    Beijo Leo. :D

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s