A sua opinião não me interessa

orgulhoso

Ilustração: Bible Study Outline

A sua opinião não me interessa

Anteriormente ele defendia a sua tese, um tema e um objetivo. Possuía uma doutrina, possuía ideias fundamentalistas que insistia em transmitir e ensinar.

Tinha uma certa cultura, um certo conhecimento e algumas visões bem particulares sobre o mundo e sobre as pessoas.

Ele era hostil. Não existia um denominador comum entre as suas ideologias e sobre o que as pessoas em sua volta acreditavam.

Tentava ser amigo delas, mas era impossível, pois certamente alguma coisa bateria de frente com o que ele acreditava como sendo a sua verdade absoluta.

Ele ainda não havia compreendido que amadurecer era estar aberto à novas descobertas, e que observar o mundo ou as pessoas é uma visão muito subjetiva e absolutamente nada conclusiva, que cabia apenas à ele mesmo.

Precisou aprender a duras penas que saber ouvir as pessoas que discordavam dele não significava abandonar o que se acreditava ser a verdade.

Aprendeu que estar aberto à novas descobertas conquistava o respeito das pessoas. Aprendeu pela dor a ter respeito pelo desejo e pela crença de outros que pensavam diferente dele. Estava finalmente aberto a novos ideais e a não julgar outros pelo prisma individualista que ele possuía até então.

Ele ainda possui os seus conceitos, os seus ideais e as suas crenças. Ele ainda está sólido em seus pensamentos. O que ele aprendeu foi ser mais humilde e não permitir que o ego atrapalhasse o seu futuro, ou afastasse ele dos seus sonhos e objetivos.

Entendeu plenamente que o livre-arbítrio é permitir que as pessoas façam o que elas desejam fazer e acreditar no que elas desejam acreditar. Aprendeu que a receita para o sucesso ou para o fracasso de cada pessoa é subjetivo, pois o que é ruim para alguns pode ser bom para outros. No fim, todos aprendem alguma coisa.

Ninguém possui a verdade absoluta dentro de um mundo subjetivo, pois onde há subjetividade, não há certeza absoluta sobre algo ou sobre alguma coisa.

Ele atingiu a sua plenitude mental quando compreendeu que o que ele pensava ou deixava de pensar era apenas a sua visão e experiência em particular pelo qual ele havia passado.

A partir deste instante ele aprendeu a respeitar a opinião de outros e se livrou de muitas discussões idiotas e irrelevantes que levam as pessoas a brigarem sem nenhuma necessidade, enquanto poderiam estar fazendo outras atividades bem mais prazerosas e estimulantes.

Leandro Tissiano

LOGO TIPO TISSIANO 150

LOGO 150 PX VAZADA PSDFM

One thought on “A sua opinião não me interessa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s