Qual será o futuro do nosso Brasil?

brasil

Quando delinquentes peitavam os policiais, mesmo estando algemados, achávamos tudo um verdadeiro absurdo.

Quando assistíamos na TV menores “tirando onda” de Jornalistas que tentavam entrevistá-los perguntando se estavam arrependidos do crime, ficávamos horrorizados.

Quando víamos traficantes muito bem aparelhados na cidade que deixou de ser maravilhosa a muito tempo, do alto dos morros com as suas potentes metralhadoras atirando para todos os lados, enquanto policiais se defendiam com revólveres 38, ficávamos chocados.

Quando milhares morriam nas filas de hospitais por falta de atendimento médico, em locais em péssimas condições de conservação, nos calávamos e orávamos em silêncio.

Quando delinquentes estudantis quebravam salas de aula e tocavam fogo na escola sentíamos medo de deixar os nossos filhos irem estudar.

Quando saíamos para trabalhar, percorrendo corredores estreitos e escuros, caminhando por vielas e ruas desertas, não tínhamos certeza se voltaríamos a salvo para casa.

Quando entrávamos em comércios e lojas voltávamos frustrados por termos tão pouco dinheiro, nem mesmo o suficiente para suprirmos as necessidades básicas.

Quando colocávamos as nossas esperanças em esportistas, artistas ou celebridades, devido a falta de super-heróis, eram estes os nossos heróis, altamente idolatrados por nós, porque somente eles nos faziam rir.

Mas é claro que durante esta época, os mais favorecidos nunca olhavam para os mais necessitados.

O rapaz e a moça de família rica ou poderosa, na sua grande maioria, nunca entenderam ou sentiram na pele o que era passarem dificuldades, nunca deixaram de se divertirem para doarem de seu tempo ou recursos em prol de ajudar os mais necessitados.

E os mais necessitados quando recebiam ajuda em dinheiro, mas não eram treinados e educados para conseguirem se desenvolverem profissionalmente para ganharem o seu próprio dinheiro, começaram a esmolarem, roubarem ou assaltarem, porque era mais fácil.

Por todo o lado que se olhava, o jeitinho brasileiro, em todas as esferas de nossa sociedade, pendia para a malandragem, para o pensamento de lesar e tirar vantagem em cima de outra pessoa.

Chegamos ao nível mais crítico quando criminosos começaram a ser libertados, quando psicopatas foram soltos para conviverem em sociedade, quando pedófilos tiveram pena reduzida e Serial Killers puderam ganhar a liberdade por bom comportamento.

E para piorar ainda mais, começamos a ver culpados virando inocentes e inocentes virando culpados.

As leis e normas foram desafiadas, rasgadas e queimadas. O senso moral virou piada, e nem mesmo pessoas da mais alta cúpula de nosso País respeitaram as próprias leis ou as colocaram em prática.

Com isso a Anarquia foi se estabelecendo em nosso País, pois toda a maioria política da nação agiu com desdém perante as nossas leis, e a população começou a entender que o Brasil, sem dúvida era uma Terra de ninguém.

O perigo de todo esse caos foi que a “Ordem e Progresso” foi quebrado, pois não há “Progresso” sem uma “Ordem” estabelecida.

O maior resultado disso foi através da Corrupção, por isso que Corrupção precisa ser encarada como “Crime Hediondo”, prisão perpétua ou pena de morte.

Mas, não foi o que os magistrados quiseram fazer, com isso, começou a surgir um outro Brasil, onde as pessoas começaram a fazer justiça com as próprias mãos.

Quando um policial já tinha um bandido rendido e algemado, ele sabia que aquele criminoso seria libertado, pois não havia mais espaço físico dentro das cadeias, por isso ele levou o bandido algemado até um local longe da vista das pessoas e executou o criminoso.

Quando populares perceberam que chamarem a Polícia daria ao menor delinquente a oportunidade de matar novamente, não tiveram dúvida, passaram a espancar em praça pública os menores e tiraram a sua vida.

As pessoas foram se armando, o cidadão comum foi se protegendo como podia, fazendo aulas de autodefesa, pegando licença de porte de arma, criando vínculos com policiais, militares, ou civis justiceiros.

A desconfiança se instalou, o País foi virado de ponta cabeça, e literalmente a ordem era: “Matar ou Morrer”, “Cada um por si”, “Salve-se quem puder”.

Eu não quero ver o meu Brasil se transformar em um Continente Africano, ou que a Guerra Civil destrua este País e transformem este País em uma Síria.

Nós, os cidadãos de bem, precisamos tomar o controle de nosso País novamente, precisamos limpar este País dos corruptos imediatamente.

Precisamos salvar a nação, pois o futuro será destrutivo. Eu não quero isso para as próximas gerações.

É importante que você artista, comediante, cantor famoso, apresentador, comentarista, jornalista, qualquer gerador de opinião que possua vários seguidores se manifeste de qual lado você está. Não dá mais para assistirmos o Brasil se desfazendo em pedaços.

Precisamos recuperar a ética e a moralidade imediatamente. Vamos fazer a nossa parte.

Leandro Tissiano

LEANDRO TISSIANO FUNDO DE TELA 0002

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s