Estou preparado(a) para assumir um cargo de Liderança?

Comemorando a Promoção!

Depois de algum tempo dentro da empresa, a promoção finalmente havia chegado. Empolgado, muito feliz, não hesitou em convidar todos os amigos para comemorarem. Beberam todas no fim de semana!

Na segunda pela manhã, a Diretoria lhe chamou para conversar, e ele, mal poderia imaginar. O que era para ser a sua primeira reunião, transformou-se na sua primeira e última decepção.

Ao entrar na sala da Direção, muito confiante, olhar fixo em seu superior, apertou com força a mão de seu Diretor.

Mas, assim que notou que o olhar de Jaime não era de bons amigos, entendeu que a conversa talvez não seria nada agradável.

Jaime, extremamente sério, perguntou: “André Nascimento dos Anjos”, nossa, o havia chamado pelo nome completo, isto significava estar preparado para o pior. Jaime continua,  “Você entende o que esta empresa significa para os nossos clientes, acionistas e patrocinadores? Prontamente responde, “É claro Dr. Jaime! É por isso que eu me dedico tanto pela empresa e sou muito grato por ter me confiado um cargo na gerência!”

Jaime prossegue: “Sim, e eu queria continuar confiando em você”. Ele disse queria? Lá se vai a minha carreira, suspirou.

“André, uma pessoa me ligou durante esta madrugada. Disse que você recusou voz de prisão da Polícia. Foi violento, e que passou a noite preso. Algumas pessoas, não sei se são os seus amigos, mas postaram diversas fotos suas onde você aparece visivelmente bêbado, sendo carregado por outras pessoas.” “Senhor Jaime, estas fotos são de outra época, isso não é verdade!” Apavorando-se diante das evidências.

“Estas fotos são deste fim de semana André, não minta. Você parou para pensar que poderia ter matado outras pessoas por estar dirigindo embriagado? Pensou que enfrentar a Polícia demonstraria coragem? Acreditava que tudo pudesse ter ficado abafado? Não André, você não sabe o que esta empresa significa.”

“Então senhor Jaime, significa que tudo o que eu fiz antes disso não possui nenhum valor?” Apelando para o seu superior e preparando-se para o tiro de misericórdia.

“André, é claro que você possui o seu valor, mas mantê-lo aqui nesta empresa, não é uma decisão só minha, e você sabe disso. Os meus acionistas e patrocinadores não querem a imagem da empresa vinculada com este tipo de comportamento e me exigiram que você peça demissão ou receba uma dispensa por Justa Causa.”

“Senhor Jaime, isso não é justo. O que eu posso fazer para me redimir?” Jaime, com um olhar frio, agindo pela razão, disse que havia pensado em tudo e até chegou a defendê-lo, mas por ser um grave desvio de comportamento, não poderia fazer mais nada por ele.

“Eu vou processar vocês! Vou arrancar cada centavo deste lugar! Seus idiotas!” André deixa a sala enfurecido, caminhando pelos corredores do setor enquanto todos olhavam petrificados para a sua reação explosiva.

Por se tratar de uma Instituição pautada pelo compromisso de zelar por sua imagem e pela imagem de seus clientes e patrocinadores, André não tinha nenhuma chance. Ele se foi e nunca mais voltou para ver os seus amigos.

Sim, comemorar as conquistas e extravasar é justo. André merecia uma recompensa por seus esforços. Era dinâmico, pró-ativo, focado, sempre tomava a iniciativa. Corria riscos calculados, buscava as suas metas, era ambicioso. Trouxe excelentes resultados para a empresa, mas cometeu um erro bobo, achou que por ser um diferencial em comparação com os seus colegas, estava blindado. Nada que fizesse poderia interferir em seus negócios, pensava. Na realidade, faltou-lhe experiência.

André pecou por ser muito ousado e pouco cauteloso.

O importante é ser a melhor de todas!

Samanta recebeu uma promoção em uma grande empresa de Tecnologia. Era a melhor indicação dentro da empresa. O seu conhecimento técnico era inegável. Havia ajudado a aperfeiçoar as metodologias dentro dos setores, e acelerado o processo de desenvolvimento da empresa.

Com um ano de contrato alcançou o cargo de gerência. Subiu rápido dentro da empresa. Não se sabe ao certo se essa rápida ascensão foi mais tarde o que resultou em sua queda, mas Samanta era uma gestora que ninguém conseguia suportar.

Conta-se que ela possuía um gênio muito forte, e isso causava sérios problemas em suas relações com outros colaboradores. Enquanto ela era apenas uma colega de trabalho e não exercia nenhum papel de liderança, os colegas simplesmente evitavam a sua presença.

Mas, gerenciando outras pessoas, muitas reuniões e delegando trabalho, os atritos ocorriam acentuadamente, chamando a atenção da Direção, principalmente pela elevação de ausências por motivos de doença e queda na produtividade dos setores.

Samanta foi advertida verbalmente para que junto com o Recursos Humanos da empresa mudasse de comportamento. Ela se sentiu injustiçada, e por pensar que o seu grau de conhecimento era maior do que a sua forma de gerenciar, procurou emprego em outra empresa. Assim que a outra empresa a chamou, imediatamente pediu demissão e saiu sentindo-se ter vencido uma guerra.

Samanta era espetacular. Uma pessoa que conseguia resolver o que outros não sabiam fazer.

Samanta pecou por excesso de confiança, rebeldia, mas nenhum espírito de equipe. Ela pensou que saindo da empresa resolveria os seus problemas. O que ela não sabia é que um ano mais tarde viria a passar pelos mesmos problemas, porque o seu comportamento era o mesmo. Não havia mudado.

Apenas aceitar e melhorar para se tornar um grande Líder

É claro que pessoas talentosas e muito jovens podem assumir maiores responsabilidades. Jovens continuam sendo admirados em todo o mundo nos campos da ciência e tecnologia.

Mas, quando muita responsabilidade é dada à estes jovens, psicologicamente e emocionalmente são mais vulneráveis as pressões e desafios em suas carreiras. Por naturalmente serem mais ousados e corajosos do que os mais experientes, acabam realizando ou descobrindo muitos nichos e novas oportunidades para as empresas, mas precisam dosarem o ego.

Outro desafio é lidar com a sua impulsividade natural. Falta-lhes um certo equilíbrio e frieza quando são questionados à melhorarem ou se aperfeiçoarem. As suas emoções podem aflorar em ações involuntárias, entre elas, expressarem a sua raiva.

Mesmo uma incrível habilidade ou um alto conhecimento não sejam suficientes para garantirem o emprego. É melhor aperfeiçoar as relações e buscar ajuda, mas antes, aceitar mudar e se colocar a disposição para estar a altura do desafio de gerenciar outras pessoas.

 

Lembretes para ajudar na realização da 1ª Reunião depois da Promoção

1° – Reunir-se oficialmente com os subordinados na segunda semana após a promoção ser conquistada.

2° – Na primeira semana, juntamente com o responsável pelo Recursos Humanos, ou alguém apto(a), sentar-se com este responsável e avaliar todos os novos subordinados. Analisar os pontos fortes e os pontos fracos de cada um deles. Verificar o que pode ser trabalhado em cada um deles para que todo o time tenha um bom rendimento. (Esses detalhes não deverão ser abordados na reunião, servirão como base para o planejamento estratégico como um todo. Conforme for passando os meses à frente, sentar-se em particular com cada um deles para fazer uma análise mais detalhada e criteriosa, mas jamais desvalorizar ou criticar um subordinado. Sempre tornar a conversa produtiva, dizendo o que espera dele para os próximos meses e perguntar à ele o que ele espera da empresa. Agradecê-lo por fazer parte do time. Dizer que ele é importante para o crescimento do setor, e se apropriado, não economizar elogios, como a responsabilidade que ele tem, a sua assiduidade, o seu tempo de casa, a sua disponibilidade, a sua criatividade, seriedade, espírito empreendedor, espírito conservador, dinâmico, pró-ativo, ou seja, perceber onde cada subordinado pode ter uma ou mais características que poderão ser trabalhadas e elogiadas.)

3° – No dia da reunião apresentar-se oficialmente. Não falar sobre a primeira vez que entrou na empresa, sobre as pessoas que ajudou, como foi valorizado ou conseguiu crescer na mesma. Ser breve, dizer apenas o nome da função ao ser contratado, os setores por onde passou, e a atual função. Dizer a formação acadêmica (não falar todos os cursos, mencionar apenas os que são relevantes para a nova função). Dizer os anos que se passaram para chegar a exercer o cargo de liderança atual. Não se rotular demasiadamente pois isso pode gerar medo ou raiva nos subordinados.)

3.1° – Dizer para que cada um se apresente apenas mencionando o nome, estado civil atual, se tem filhos, tempo de empresa e função dentro do setor. (Escolaridade, habilidades, o que espera da empresa, o que espera do setor, e características individuais deverão ser comentadas e analisadas em particular. O subordinado não precisa saber disso neste momento, porque toda mudança na liderança gera temor, receio,  mais dúvidas e incertezas do que benefícios entre os subordinados.)

3.2° – Deixar claro que os subordinados é que farão da liderança a melhor liderança, tornando-o um líder respeitado e admirado. Mencionar os objetivos que a empresa espera alcançar, e que todo o time estará focado nestes mesmos objetivos. Quem não estiver a favor estará livre para decidir permanecer ou não dentro da empresa. Quem tiver sugestões que melhorem a dinâmica dos processos ou a produtividade será bem-vindo.  Dizer que ninguém é merecedor isolado. Aquele que pensa em crescer isoladamente não tem espaço dentro do time. Cada um é bom no que sabe fazer melhor. A soma destes melhores compõem a excelência do grupo.

3.3° – Dizer quais são as novidades que serão aplicadas nas novas estratégias, e quais as estratégias já aplicadas que deram certo, mas que serão aperfeiçoadas.

3.4° – Dizer como deverão ser realizadas as tarefas burocráticas, a forma de comunicação interna, as reuniões, o planejamento de metas e a execução das mesmas.

3.5° – Reunir informações relevantes que agreguem conhecimento de causa, expectativas alcançáveis, e que todos, pelo menos a maioria, sinta-se seguro e aberto a nova gestão.

Ações serão mais importantes do que palavras

Um gestor melhor capacitado é aquele que é compreendido sem a necessidade de repetir. Repetir para obter a compreensão é válido, mas repetir porque a pessoa fez diferente do que foi pedido significa que não explicou o suficiente.

Bons resultados podem ser obtidos quando o gestor se incluir dentro dos planos traçados dentro do setor, o que significa exercer atividades que antes eram realizadas apenas pelos subordinados, como prospecção, visitas, negociações, conquista de novos nichos, descoberta de novas oportunidades que se transformarão em novos negócios.

Um bom gestor não troca regularmente os componentes do time justificando falta de sincronismo.  Ele capacita os seus subordinados. Sabe diferenciar aqueles que precisam de um empurrãozinho daqueles que precisam ser desligados. Não faz comparações. Transforma cada colaborador no que sabe ser o seu melhor dentro da equipe e não economiza motivação e reconhecimento.

Ele nunca dispensará um empregado sem antes tentar de tudo para trazer este subordinado para o ritmo de todo o time. A demissão sempre será a última opção.

Com este pequeno passo a passo, fica mais fácil gerir outras pessoas.

Leandro Tissiano

LOGO TIPO TISSIANO 150

LOGO 150 PX VAZADA PSDFM

13 Replies to “Estou preparado(a) para assumir um cargo de Liderança?”

  1. ser líder é complexo. para ser líder antes deve saber ser liderado, lidar com pessoas não é fácil, mas quando somos treinados em nossas emoções, tudo flui..isso só reforça o que escrevo leandro. sem dúvida é de extrema urgência treinar nosso emocional, tanto para sermos profissionais bem sucedidos, como em qualquer relacionamento humano. parabéns, como sempre brilhante!
    P.S: ei, coloca sua foto pra gente te conhecer, mostra o rosto! rsrsum abraço!

    Liked by 1 person

  2. Olá Ana! Ser liderado requer pré-disposição, mente aberta, humildade em saber lidar com divergências, é verdade o que você disse. O emocional sem dúvida tem que ser dosado. Quanto a minha foto, fico grato que queira saber quem sou, mas optei por ficar com a logomarca do meu Blog. Mas se quiser ver a minha pessoa, kkkkkkk, eu sou o gordinho que aparece nas fotos da página do blog chamada Fotografia. Eu estou lá. Um abraço!

    Liked by 1 person

  3. vai que você fica famoso e vira um blogueiro pop star, preciso te reconhecer para pedir um autógrafo né? agora já sei quem és! rsrs

    Liked by 1 person

  4. Ótimas dicas Leandro, eu já me deparei com muitos gestores que não tem noção do que fazem, prejudicando e muito o desenvolvimento profissional de muitas pessoas, seja pela falta de experiência ou pelo estrelismo exacerbado que eleva o ego. Parabéns!

    Gostar

  5. Uau…Estou sem palavras. Sou apenas uma empregada de mesa e depois de ler o seu post, fiquei até com vergonha, porque sei que em algumas coisas tenho mesmo de melhorar para que possa liderar com as ferramentas certas. Obrigada

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s