Em busca de minha própria imperfeição

Não existe a pessoa perfeita e nunca existirá.

O que existe é a companhia agradável,

o respeito, o carinho e a dedicação.

O que existe é o gesto amistoso,

o sorriso solto e a leveza no ar.

O que existe é um diálogo

que se estende naturalmente.

O que existe é a realidade dos fatos,

aquilo que está em sua frente,

não aquilo que você idealiza na outra pessoa.

Você não precisa tentar ser perfeito,

pois nunca irá agradar à todos,

mas precisa se sentir completo

para suportar possíveis sentimentos

de vazio que irão surgir quando

você precisar fazer a coisa certa.

Leandro Tissiano

6 Replies to “Em busca de minha própria imperfeição”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s