Como posso lidar com este medo terrível de mudança de hábitos?

Pensar em mudança pode ser algo assustador, pois toda mudança nos tira da inércia, talvez até de nossa zona de conforto, não é verdade?

E toda mudança, pelo menos no início pode ser frustrante. Acrescente a isso o medo do desconhecido e as dezenas de dúvidas e incertezas que podem estar passando em nossa cabeça.

Toda mudança para ser genuína precisa vir de dentro de nós. Mudanças externas podem ajudar no princípio, mas com o tempo tudo voltará a ser como antes.

A mudança é uma coisa mais íntima em cada um de nós, pois envolvem os nossos pensamentos e os nossos sentimentos. Eu já disse isso diversas vezes, pois estamos cercados de exemplos de pessoas humildes vivendo felizes enquanto a burguesia sustenta os seus sonhos naquilo em que podem tocar, fazendo com que a sua alegria seja na maior parte das vezes baseada nas coisas que podem comprar. O vazio que sentem é preenchido com objetos e bens materiais.

Mas, a mudança de pensamento pode ser o princípio de uma mudança na forma de sermos e de agirmos. Primeiro, eu preciso identificar as coisas que prejudicam a minha razoabilidade. Eu sempre sou contra os extremos, nem avareza e nem soberba. A razoabilidade ajuda nisso. O que me torna avarento? O que me deixa esnobe? É bom se perguntar, é claro, se você concordar com o que estou dizendo. Fazer isso nos treina à sermos equilibrados. Nem cordeirinhos para o abate e nem radicais fanáticos prontos para matar.

Quando identificarmos as características e ações nocivas, precisaremos nos disciplinar com frequência para não voltarmos a cometer os mesmos erros. Quando eu sei que estou fazendo progresso? Quando eu consigo fechar os meus olhos e dormir, pois cientificamente está comprovado que dormir coloca em ordem as nossas ideias. E quem não consegue dormir, exceto àqueles que possuem algum problema de saúde? Na maior parte das vezes, existe algo chamado: ansiedade, e esta ansiedade é gerada por uma outra razão. Por isso a necessidade de identificarmos quais as razões nocivas que estão atrapalhando o nosso descanso. Por favor, não me refiro a circunstâncias que fogem ao nosso controle, trato apenas do nosso dia a dia.

Quando eu sinto que estou perdendo o foco, eu busco ajuda na meditação. Eu não sei qual o seu método para se lidar com isso, mas acredito que o importante é se utilizar de algo que seja prazeroso, que possa agregar valor físico e mental a cada um de nós.

Toda mudança interior reflete ser uma escolha acertada quando passamos por circunstâncias inesperadas e permanecemos serenos.

Não tem como mudar o mundo quando não mudamos a nós mesmos. Existem diversas sugestões aqui nos outros Blogs falando sobre dicas de como podemos fazer isso na prática. Se não for o suficiente, não é nenhum problema buscarmos ajuda profissional.

Quando tivermos uma boa rotina de trabalho, um tempo para estudarmos, para nos concentrarmos, para nos divertirmos com àqueles que nos amam e nos querem bem, estes momentos serão os bons sintomas se manifestando, provando que estamos no caminho certo.

Toda mudança, por mais traumática que seja, exige sacrifícios, mas toda expectativa se concretizando, as esperanças se renovando, e a gostosa sensação de liberdade nos recompensando, sem dúvida compensará qualquer esforço.

Leandro Tissiano

3 thoughts on “Como posso lidar com este medo terrível de mudança de hábitos?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s