Você pode sorrir hoje e alegrar a alma

homem meditando na estrada

Alegrar a alma. Profundo isso, não é mesmo? Quando falo alegrar a alma, é muito mais do que uma alegria superficial.

Alegrar a alma é uma emoção que vai lá dentro de nosso coração, uma gostosa sensação interna muito poderosa.

Alegrar a alma é uma sensação de satisfação que procuramos alcançar todos os dias. Isso é muito pessoal. Mas o que dizer de alegrar a alma de pessoas que nem conhecemos? É possível isso?

Sim, é possível. Mas antes, imagine o reboco de uma parede. Este reboco pode ser perfeito, mas é só um acabamento, pois o que sustenta a parede são os ferros e os tijolos.

O que eu quero dizer com isso? Apenas um incentivo para prestarmos mais atenção em um outro tipo de pessoas que podem estar passando despercebidas por nós. Por elas não atraírem a nossa atenção, talvez nem notemos a importância delas, sendo que cada uma delas contribui de um jeito ou de outro, com um tijolo em nossa sociedade.

Voltando ao exemplo do reboco, costumamos valorizar demasiadamente o acabamento exterior quando nos esquecemos de que por trás de uma linda fachada pode se esconder uma estrutura já comprometida. Uma linda casa pode ruir se a fundação dela for fraca ou rasa.

É o que acontece quando prestamos demasiada atenção ao porcelanato da casa e não verificamos a espessura das paredes e colunas de sustentação, muro de arrimo, etc.

Quando vamos nos divertir em um shopping também nos encantamos com a estrutura e a engenharia do local, de suas modernas salas de cinema, lojas, praças de alimentação, luzes, a arquitetura, as peças decorativas, o piso, e muitas outras belezas ali presentes. Se você não curte shopping pode ser um teatro, um museu, não importa o que seja, mas se você se encanta com algum local, provavelmente existam pessoas ali cuidando deste local.

O que é relevante no que eu quero dizer é que para sermos servidos precisamos que outros nos sirvam. E a pergunta que nunca fazemos à nós mesmos é: “E se eu estivesse no lugar desta pessoa, como eu gostaria de ser tratado?”

Como eu poderia alegrar a alma desta pessoa?

Não é assim tão simples exercitar isso em nós. Apenas queremos ser bem servidos, e estes que nos servem não fazem mais do que a sua obrigação, pensamos.

Mas enquanto estamos nos divertindo, pessoas estão neste mesmo local trabalhando. É claro que eu não quero dizer que a nossa diversão deve se transformar em algo melancólico por causa destas pessoas. Não é isso, é que eu já presenciei diversas vezes clientes tratando estes atendentes com rispidez, insensibilidade e indiferença. Interessante que alguns destes trabalhadores responderam na mesma moeda quando se viram ridicularizados.

Não importa a função de um trabalhador, por mais humilde que seja o trabalho dele. Não custa nada agradecer. Não custa nada elogiar.

Que tal fazermos com uma maior regularidade estas boas ações? Que tal contagiarmos outras pessoas com as nossas iniciativas do bem? Que tal fazermos estas pessoas saberem que elas estão sendo notadas por nós, que elas compõem parte de nossa sociedade, que elas são os tijolos e os ferros que também sustentam a nossa cidadania?

Isso é alegrar a alma de uma pessoa que não possui vínculo conosco.

Sim, é mais fácil exigir do que agradecer, mais fácil pedir do que dar, mais fácil perder uma amizade do que deixar de lado o ego elevado. ( Que papo idiota esse. )  Não amigo(a), não é idiota, a velha mania de querer ganhar sempre faz de nós pessoas de pavio curto, ainda mais quando se está em jogo os nossos interesses. Normalmente quando estamos irados não levamos em consideração os interesses daqueles que fazem parte de nossa sociedade. E se a paz é a maior razão de nossos relacionamentos, é ela que precisa prevalecer sempre. Então, em nome da paz, façamos isso.

Para se ter uma ideia do que eu quero dizer, eu presenciei uma cena em que uma cliente excomungou uma atendente de um restaurante. A moça que estava atendendo apenas ouviu, pediu desculpas e saiu da frente da cliente. Assim que a cliente pegou o pedido e foi se sentar para comer, uma outra senhora que havia presenciado a cena, ao chegar para ser atendida por ela, esticou o braço e segurou a mão dela. A atendente levou um susto, não estava esperando por aquele toque, porque ela estava concentrada na tela do computador enquanto se preparava para fazer o pedido. Assim que a senhora segurou a sua mão carinhosamente e olhou nos fundos dos olhos dela dizendo que ela não havia errado, mas que a outra que havia sido mal educada, o semblante da moça se iluminou imediatamente, foi lindo a cena. Quando chegou a minha vez eu peguei carona e abri um sorriso e agradeci pelo trabalho dela.

Alegrar a alma, essa frase é recíproca. O efeito dela contagia os dois lados. Quem faz um elogio sincero fica feliz em alegrar a pessoa que recebe o elogio.

E então? Vamos reservar um tempinho para alegrar a alma de uma pessoa hoje?

Leandro Tissiano

LOGO 150 PX VAZADA PSDFM

3 thoughts on “Você pode sorrir hoje e alegrar a alma

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s